Tia Zulmira e Eu – Stanislaw Ponte Preta

11880730_888381654550528_1571048058_n

Zulmira Ponte Preta nasceu no Rio de Janeiro, foi cozinheira da Coluna Prestes, paquera de Charles Darwin e colega de Albert Einstein. Não satisfeito em inventar para si mesmo um alter-ego, Sérgio Porto imaginou para ele toda uma família, o hilariante clã dos Ponte Preta, e criou uma das mais bem sucedidas brincadeiras entre criador e criatura da literatura brasileira. ‘Tia Zulmira e eu’ é a seqüência da publicação da obra integral de Stanislaw Ponte Preta.

Para quem gosta de crônicas rápidas e simples essa é uma boa opção de leitura.

Esse livro que é uma seleção de pequenos contos escritos por Stanislaw Ponte Preta vem recheado de lições de vida de forma engraçada e irreverente. Algumas sobre animais, outras sobre superstições e até sobre amor, mas todas com um pouco de verdade e muita coisa para pensar.

Em alguns momentos me senti  incomodada pela forma que as mulheres eram retratadas nas histórias, mas depois de ler um pouco mais sobre a vida do escritor e descobrir que ele era um dos que criticavam a falta de liberdade que as mulheres tinham, comecei a perceber que as histórias alí escritas nada mais são que o retrato de como era a sociedade. Pouca coisa mudou, e a realidade mostrada nessas histórias que se passam por engraçadas ainda está muito presente.

Aqui vão algumas das frases encontradas nos textos:

“Política tem esta desvantagem: de vez em quando o sujeito vai preso, em nome da liberdade”

“Uma feijoada só é realmente completa quando tem uma ambulância de plantão”

“Dono de cartório de protesto é uma espécie de cafetão da desgraça alheia”.

“As crises políticas nacionais são tratadas de maneira tão sensacionalista pela imprensa brasileira que, se a gente estiver no estrangeiro, ao ler um jornal brasileiro tem a impressão que, ao voltar, não encontrará mais o País”.

“Entre as três coisas melhores desta vida, comer está em segundo e dormir em terceiro”

“Tia Zulmira e Eu” não é um tipo de  livro que se inclui em uma meta de leitura, mas é bom ter por perto em uma viajem longa ou para aqueles momentos de tédio.

Anúncios

2 comentários sobre “Tia Zulmira e Eu – Stanislaw Ponte Preta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s