Sem fim

Leia ao som de: Joy Division “Love Will Us Apart”

hands-269286_1280

Eu sou humano e preciso ser amado como qualquer um precisa” é o que dizia uma das primeiras músicas que você me apresentou. Não que eu estava preocupada com o sentido que as letras fariam, só de te sentir presente como se estivesse dançando ao som da guitarra já era suficiente. Mas era exatamente o que ela dizia “e preciso ser amado como qualquer um”.

Ser culpada pela aparência diferente, odiar a vida e invejar qualquer possibilidade de existência comum já era aceitável, inaceitável era saber que alguém por algum motivo que ninguém entende, me aceitaria. E foi você.

Poderia ser por luxo, para se sentir diferente, moderno ou até para contrariar aquela galera que está sempre acostumada  com o comum, óbvio e prático. Mas ninguém dividiria seus gibis e músicas preferidas com uma deslocada só por capricho. Foi por outra coisa.

Talvez eu não tenha deixado claro, ou você não encontrou escondido nas letras dos Beatles que eu te fiz escutar, mas uma dizia “It’s for you”. E foi. Foi por você segurar minha mão como se fosse algo precioso. Foi por me defender e deixar claro que fazia diferença. Foi por me querer desajeitada, deslocada, diferente. Foi por esse olho delineado que embaralha tudo dentro da minha cabeça. Foi por você.

É confortável saber que paramos,  simplesmente paramos. Paramos aquilo que não pode continuar, mas que também não tem a menor possibilidade de acabar, porque é nosso, é vivo, é real.  Assim como as músicas de Joy Division e as histórias de X-men não acabam, a gente também, e não por nostalgia e simplesmente apego, mas porque a gente se ama como qualquer um precisa.  De verdade.

….

Texto inspirado no livro “Eleanor e Park”

Anúncios

5 comentários sobre “Sem fim

    • Você precisa ler esse livro, não vai conseguir parar de ler até terminar, e quando terminar vai querer criar um texto para fazer a história continuar de alguma maneira. Já deu para ver que eu gostei mesmo né? Obrigada linda. Volte mais.

  1. Pingback: Eleanor e Park |

  2. Milca, estou arrepiada com o texto *-* Você escreve muito bem e particularmente, foi o texto que mais gostei do seu blog. É lindo! Parabéns.
    Ainda não li o livro também mas faz parte das minhas leituras obrigatórias impostas por mim para 2015, hahahha.

    Beijos da Elô

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s