Não sei, só sei que foi assim.

Imagem

Não adianta, é sempre assim. Perguntas brotam como se viessem de sementes, respostas desaparecem como o mestre dos magos, e a dúvida é algo que grita loucamente na sua nuca impedindo uma decisão.

Mas se isso acontece tanto com todo mundo, porquê quando mudamos de ideia sem ter aquela “certeza absoluta” que todo mundo quer ter, sempre aparece um sabichão pra dar pitaco?

“Mas porquê isso logo agora?”

“Você levava tanto jeito pra tal coisa.”

“Mas e aquele seu projeto q você tinha contado? Desistiu tão fácil?”

Então começa todo aquele blá blá blá motivacional, textos supostamente escritos pelo Pedro Bial, e versículos manjados da Bíblia Sagrada. 

E é exatamente nesse momento que você começa a se odiar por ter contado para Deus e o mundo o que pretendia fazer.

Por que afinal, qual o problema de mudar de ideia, hein?

E dai? Se ontem eu queria uma coisa e agora eu quero outra?

Todo mundo faz isso, mas ninguém perde a oportunidade de atazanar o próximo quando faz o mesmo. Só pra se sentir em uma faze boa, sabe?

Você sabe que provavelmente vai mudar de ideia de novo, e de novo, ou se arrepender por ter mudado da primeira vez. Mas mudar já é uma escolha. Poxa!.

Ah!Então quer dizer que se formos pensar assim não mudaremos nunca para não causar transtorno, ou viveremos mudando constantemente sem ter um foco, né? Não gente.

Mudar é salvável(Pelo menos eu acho). O ideal é não sair por aí espalhando os projetos e as ideias com todo mundo. Porque se por acaso não der certo, ou você mudar de ideia, ou simplesmente parar de acreditar naquilo, não vai correr o risco de algum idiota, suposto conhecedor da mente humana, que não sabe nada da sua vida e dos seus dilemas te enchendo o saco como se tivesse o manual da vida perfeita.

Mas se por um acaso você for daqueles, que contam seus projetos, para não se sentir um inútil, acomodado, parado no tempo e tal. Tudo bem, na vida tem espaço pra todo mundo.

Se abordado por algum desses imbecis, Você só vai precisar de paciência, um sorriso amarelo e fôlego pra dizer: Não sei, só sei que foi assim. (Além de muita paz, fé e amor no coração, pra não partir pra baixaria).

Leia ao som de: {Sí}monami “Não mais”

Anúncios

2 comentários sobre “Não sei, só sei que foi assim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s